PROJETO OPORTUNIDADES ESPECIAIS, ASSISTA E CONHEÇA!

A relação entre tipo de deficiência X perfil da vaga

É comum as empresas deduzirem qual deficiência podem ou não contratar para uma determinada vaga. Isso geralmente é baseado em uma noção, do profissional responsável pelo recrutamento e seleção, do que a pessoa consegue ou não desenvolver quando tem uma determinada deficiência.

Quem ao estudar sobre a empregabilidade da pessoa com deficiência nunca leu frases como: O cego não pode trabalhar com a análise visual de um determinado material. É isso que queremos desmistificar. Em quase toda matéria falamos que: A pessoa com Deficiência é antes de tudo uma Pessoa. Logo, não podemos determinar a potencialidades/habilidades/possibilidades baseado na informação de qual deficiência a pessoa tem. Sem contar a importância das tecnologias assistivas para o desenvolvimento das atividades laborais.

Pense que você tem uma vaga em aberto, que exige o Brevê (um documento que dá ao seu titular a permissão de pilotar aviões). Idealize quais deficiências você indicaria como impossíveis de ocupar tal cargo? Ao descrever o perfil desejado, você faria restrições a algum tipo de deficiência?

Você pensou em uma mulher? E em uma mulher sem os dois braços? Você a contrataria para a referida vaga?

Para ilustrar essa matéria, vamos apresentá-los à Jessica Cox. Americana, mulher, psicologa, faixa preta em Taekwondo, pilota e deficiente física - não tem os dois braços . Se ela estivesse na sua planilha de currículos recebidos é provável que o Rh pensasse que era impossível contratá-la para ocupar a vaga que exigisse o Brevê.

Jessica Cox é americana, tem 30 anos e é qualificada para voar uma aeronave leve -sport a altitude de 10.000 pés. Não utiliza próteses desde 14 anos e usa os seus pés com a mesma habilidade que a maioria das pessoas usam as mãos.Ela recebeu seu treinamento de voo sob a instrução de Parrish Traweek .

A sua ocupação laboral é psicologa ministrando palestras vocacionais.

Pensem nesse exemplo da próxima vez que estiver fazendo o planejamento do recrutamento e seleção e for delimitar o que uma pessoa com deficiência pode ou não. Você pode estar perdendo grandes talentos.

Assista o vídeo sobre Jéssica Cox.

compartilhe no facebook